Beyond Meat inaugura fábrica na China

A empresa de proteínas alternativas análogas a carne expande rapidamente


A incensada startup de proteínas alternativas Beyond Meat anunciou a abertura de sua nova unidade de produção na China! Sim, depois do contínuo sucesso em terras Americanas, a empresa dá um passo importante direcionado ao gigante mercado consumidor de alimentos na Ásia. Localizada nas proximidades da cidade de Xangai, a fábrica é a primeira “unidade de manufatura ponta a ponta” da empresa norte-americana fora de seu país de origem.


Mais conhecida por seus hambúrgueres e salsichas à base de vegetais, a californiana Beyond Meat, disse em um comunicado que sua "fábrica de ponta" produzirá vários produtos de sua gama de análogos de carne. Em particular, produzirá variações do Beyond Pork, que a empresa descreveu como sua “primeira inovação criada especificamente para o mercado chinês”.


A nova fábrica também servirá como um centro de P&D que projetará e fabricará “ofertas de produtos exclusivas” para consumidores chineses em conjunto com os parceiros e fornecedores locais da empresa. Ainda acrescentou que espera que a abertura de sua primeira fábrica na Ásia “aumente significativamente” a velocidade, escala e sustentabilidade de produção e distribuição de seus produtos na região.


Segundo o co-fundador e CEO da empresa Ethan Brown “A inauguração de nossa fábrica dedicada à carne na China é um marco significativo na capacidade da Beyond Meat de competir efetivamente em um dos maiores mercados de carne do mundo”. E ainda falou “esta nova fábrica será fundamental para o avanço de nossos preços e métricas de sustentabilidade, pois buscamos fornecer aos consumidores chineses deliciosas proteínas vegetais que são boas para as pessoas e para o planeta.”


A Beyond Meat começou a oferecer seus produtos na China em abril do ano passado por meio de uma parceria com a Starbucks. Poucos meses depois, a operadora de rede de fast food Yum China começou a testar os produtos da empresa norte-americana em suas lojas KFC, Pizza Hut e Taco Bell no país. Em julho, a Beyond Meat iniciou as vendas no varejo para consumidores chineses, vendendo seus produtos por meio da rede de supermercados digitalizados da Alibaba, o “Freshippo”.


Nos últimos meses, inúmeras startups garantiram financiamento para ofertas de “carne sem abate”, como Starfield e Hey Meat na China continental, Shiok Meats e Next Gen Foods em Cingapura e Avant and Green Monday em Hong Kong. O rival mais próximo do Beyond Meat, o colega americano Impossible Foods, também está presente na região.


Para aqueles céticos em relação ao movimento de produção e oferta de proteínas alternativas, com aspecto, sabor e experiências análogas as carnes bovina, suína e de frango, a velocidade deste movimento deve estar surpreendendo. O mercado consumidor tem se mostrado sustentável, e não apenas uma novidade passageira. Seja o Brasil, EUA, ou agora, a China, fica cada vez mais claro que alguns atributos destas “carnes” atraem uma gama cada vez maior de consumidores.


O Brasil como gigante na produção de carnes (verdadeiras) tem que ficar atento a este movimento. É certo que o tamanho deste mercado reserva espaço para todos, mas a velocidade de disseminação destas ofertas e o apelo comercial valorizando dietas mais saudáveis e com menor impacto no meio ambiente precisam ser monitoradas. Enquanto isso, viva o churrasco de verdade!


19 visualizações0 comentário