Corredor de inovação no agro conecta cidades do interior de São Paulo


O Corredor de Inovação Agropecuária do Estado de São Paulo, que vai integrar as regiões de Jaguariúna, Campinas, Piracicaba, São Carlos e Ribeirão Preto, é o novo projeto da Ministério da Agricultura (Mapa), da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo e do Sebrae-SP. A proposta da iniciativa é conectar os centros tecnológicos com os proprietários rurais e as empresas, possibilitando o compartilhamento de recursos, conhecimentos e experiências.



Crédito: Revista Oeste.


“A grandiosidade desse território para a inovação agropecuária é notória”, disse Stanley Oliveira, chefe-geral da Embrapa Agricultura Digital. “Aqui encontramos instituições centenárias, como a USP/Esalq e o Instituto Agronômico, entre outras que vão além do agro, permitindo a colaboração com diferentes recursos e perspectivas. É um verdadeiro celeiro não apenas de conhecimento e tecnologia, mas de recursos humanos de altíssimo nível e que são base para um ecossistema de inovação vibrante”, complementa.


De acordo com um estudo da Embrapa e do Mapa, a região que abrange o Corredor de Inovação é composta por 112 instituições de ciência e tecnologia, 52 ambientes de inovação, cinco unidades de pesquisa da Embrapa e 168 agtechs.


Fonte: https://revistaoeste.com/agronegocio/cidades-de-sp-formam-novo-corredor-de-inovacao-do-agro/

4 visualizações0 comentário