Hub de inovação de Londrina (PR) já conta com 25 startups e R$ 600 mil em investimentos

Com mais de R$ 600 mil em investimentos privados, o primeiro hub agro de Londrina (PR) já reúne 25 empresas e startups, além de cooperativas, institutos de pesquisas e da Sociedade Rural do Paraná (SRB). Desenvolvido pela Agro Valley, o hub recebeu o nome de Cocriago e conta com espaço físico de 650m² e inclui até mesmo um auditório para 45 pessoas.


Os recursos investidos no hub são oriundos de diversas fontes, como o Sistema de Crédito Cooperativo (Sicredi), a cooperativa Integrada e a empresa de nutrição e agrotecnologia Inquima. O Cocriado também já anunciou parcerias com o Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicob), a Bayer e a AGCO, entre outras empresas e instituições.



Cocriago e conta com espaço físico de 650m² (Crédito: divulgação)


O hub também conta com uma Smart Farm. De acordo o Cociacro, nessa área as startups poderão validar, na prática, as tecnologias que estão desenvolvendo – e os resultados serão utilizados como vitrine. Os primeiros trabalhos do hub têm em vista a plantação de soja orgânica na safra 2021/2022, em trabalho desenvolvido por sete das startups do hub.


O hub conta, atualmente, com startups que se dedicam a iniciativas relacionadas ao bem-estar animal, à internet das coisas na piscicultura, aos insumos biológicos, ao barter e ao seguro rural. Entre outros temas, são foco dos trabalhos, ainda, o receituário agronômico, o tratamento de sementes, a conexão de máquinas agrícolas, a telemetria e a homeopatia vegetal.


Fonte: Forbes.

24 visualizações0 comentário