Identificação facial do rebanho

Aplicativo utiliza tecnologia já utilizada para pessoas para identificar bovinos e o seu estado de saúde


A Embrapa Gado de Leite e a Universidade de Juiz de Fora (MG) desenvolveram o projeto Happy Cow IDm, que objetiva a identificação dos animais e o seu estado de saúde por meio de biometria da parte frontal da cabeça.


Utilizando técnicas de processamento de imagens e visão computacional, principalmente deep learning e redes neurais artificiais, o aplicativo de reconhecimento facial proporciona aos produtores maior controle, mais informações e entendimento da saúde dos animais. Isso com agilidade, além da possibilidade de armazenamento das informações e rastreabilidade.


Está é mais uma iniciativa já disponível que utiliza a tecnologia em benefícios dos produtores, com um sistema inteligente e eficiente, E também de maneira amigável com os animais, evitando estresse ou lesões, como acontece na aplicação dos brincos e chips de identificação, por exemplo. A primeira versão completa do aplicativo estará disponível em 2022.


Fonte: AgEvolution

Identificação facial do rebanho - Foto Bruno Carvalho Embrapa Gado de Leite

6 visualizações0 comentário