• karennunesjornalis

Iniciativa mede a digitalização de sojicultores

Canal permite que produtores façam uma autoavaliação da digitalização em suas propriedades

Foto: Carlos Corrêa da Rosa / Emater/RS-Ascar


O Projeto Aquarius, mais antigo projeto em Agricultura de Precisão do Brasil, que pesquisa o desenvolvimento tecnológico há duas décadas, lançou no dia 15 de junho uma nova plataforma que pretende ajudar os produtores de soja a avançarem no processo de digitalização e uso de ferramentas do Agro 4.0.


A iniciativa é uma parceria da Universidade Federal de Santa Maria (RS) com empresas do agronegócio e a cooperativa Cotrijal. Além de informações sobre os trabalhos e projetos já realizados e linhas de pesquisa sobre Agricultura Digital, Saúde de Solo e Condutividade Elétrica, por exemplo, também conta com a plataforma IDT (Índice de Digitalização e Tecnologia).


No espaço o sojicultor pode diagnosticar e quantificar o nível de tecnologia usada na plantação de soja, de forma a oferecer uma bússola de orientação na adoção de tecnologias 4.0. Também terá acesso a um comparativo do seu nível tecnológico em relação ao nível tecnológico a nível de Brasil, estadual e regional o qual está inserido. No site, será disponibilizado ao público, de forma gratuita, o mapa e o ranking de digitalização do Brasil, dos estados e regiões de forma dinâmica e com atualização em tempo real, à medida que mais produtores realizarem o teste.


Uma vez identificado o nível tecnológico em relação aos demais produtores, os produtores terão orientações de quais medidas adotar para obter um bom planejamento de adoção tecnológica, respeitando suas limitações e necessidades, reduzindo riscos. A plataforma poderá ser acessada pelo site.


Fonte: Agrolink

18 visualizações0 comentário