Pecuária brasileira passará por grande mudança, afirma especialista

De acordo com a avaliação do pesquisador Guilherme Malafaia, coordenador do Centro de Inteligência da Carne Bovina (CIcarne) da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) Gado de Corte, a pecuária bovina brasileira terá um cenário de aumento na cadeia produtiva, o que deve mudar o setor nos próximos 20 anos.

Em uma live promovida pelo Instituto Desenvolve Pecuária, o especialista pontua as megatendências para a pecuária bovina até 2040.


Crédito: Shutterstock/Reprodução

Segundo Guilherme Malafaia, a primeira tendência é substituir o controle químico de pragas de animais por produtos biológicos. A segunda é o melhoramento genético para ganhos de resistência animal, maior produtividade e precocidade de produção. Em terceiro, a mudança no modo de produção. No tópico quatro, ele afirma que o respeito ao bem-estar animal será um requisito básico em toda a cadeia produtiva da proteína. Em seguida os consumidores brasileiros e internacionais passarão a exigir produtos mais naturais, com a adoção rigorosa de procedimentos que garantam a sustentabilidade da carne bovina. A 6º tendência é dar denominações relacionadas aos cortes para atender à gastronomia mais exigente. Na sétima posição, será a alta do Brasil no ranking de maior exportador de carne bovina.

Nos tópicos oito e nove, a transformação digital atingirá toda a cadeia produtiva de proteína bovina e a atuação da produção extrativista será limitada pelas maiores exigências de investimentos e controle, refletindo as novas demandas dos consumidores. E por último, prevê o impacto da mão de obra no campo, por conta da automação de atividades e exigirá profissionais capacitados em ferramentas mais avançadas.


Fonte - https://summitagro.estadao.com.br/tendencias-e-tecnologia/10-megatendencias-para-a-pecuaria-bovina-ate-2040/


12 visualizações0 comentário