• karennunesjornalis

Startup desenvolve equipamentos para estações experimentais e centros de pesquisas agrícolas



As estações experimentais necessitam de equipamentos customizados para suas necessidades, como pulverizadores compactos e simuladores de chuva, que estão entre as especialidades da startup Agricef.

Para testar e registrar defensivos e fertilizantes, as empresas produtoras precisam apresentar laudos detalhados ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) sobre a eficácia e segurança desses produtos. Os testes e análises são feitos em estações experimentais ou centros de pesquisa, que avaliam os insumos em laboratório e no campo. Com o objetivo de se obter melhores resultados, as estações necessitam de equipamentos customizados para suas necessidades, como pulverizadores compactos e simuladores de chuva, que estão entre as especialidades da Agricef.


Nas estações experimentais, são conduzidos atividades e projetos que envolvem várias culturas com finalidade de pesquisa e desenvolvimento. Na área de defensivos agrícolas, são feitos estudos para herbicidas, inseticidas, fungicidas e adjuvantes para emissão de laudos oficiais com a finalidade de obter o registro para comercialização. “O local deve ser equipado com uma estrutura tecnológica que possibilite simular condições edafoclimáticas e de cultivo de várias regiões do país, garantindo o desenvolvimento de soluções que vão auxiliar o trabalho dos agricultores brasileiros e garantir mais rentabilidade ao negócio”, explica Efraim Albrecht, diretor de operações da Agricef.


Para estruturar a parte tecnológica das estações, a Agricef tem uma linha de equipamentos, com destaque para os pulverizadores Sider, que garantem precisão e agilidade operacional, segurança de aplicação de defensivos e fertilizantes e que foram projetados para atuar em parcelas experimentais. “O implemento foi projetado para ser acoplado à lateral do trator, posicionado transversalmente às linhas da cultura, com capacidade de aplicação precisa e de utilização de vários produtos na mesma passada, em diferentes parcelas”, conta Guilherme Gray, diretor de gestão e vendas da Agricef.


De acordo com Caio Santili, pesquisador de desenvolvimento de produtos da Syngenta, que utiliza o Sider em seus experimentos, o equipamento proporciona uma maior quantidade de aplicações por dia, com melhor padrão e uniformidade de pulverização. “Conseguimos trabalhar nas horas mais adequadas do dia, sem o desgaste humano na aplicação manual e com menos risco para o aplicador”, explica. Santili conta que tem obtido ótimos resultados na pulverização em parcelas de soja, milho, algodão e feijão.


Ainda entre os produtos projetados especificamente para as estações experimentais estão os simuladores de chuva e laboratório compacto, ambos instalados em containers. O simulador de chuvas recria diferentes cenários de precipitações para ensaios em vasos, com controle de volume e praticidade de operação e instalação. Já o container laboratório permite a manipulação e criação de insetos em ambiente controlado. Segundo Albrecht, outros equipamentos foram desenvolvidos sob demanda para clientes desse setor, como uma batedeira de grãos que pode ser levada ao campo para colher os experimentos e dosadores para mistura de kits de produtos em avaliação, entre outros.


Fonte: Minuto Rural

18 visualizações
h110-0419.jpg

PATROCÍNIO 

1200px-Husqvarna_logo.svg.png