Tecnologias auxiliam produtor rural a economizar combustível nas demandas do campo

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) dos combustíveis tem ficado acima de 10% no mês de março. O óleo diesel já registrou alta superior a 45%, impactando na movimentação de máquinas agrícolas e caminhões que transportam a produção. O resultado é a maior variação desde outubro de 2003 e a tendência, com a valorização do petróleo, é de que os valores sigam crescendo.


De acordo com a análise da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), o aumento do preço do combustível pode gerar impacto direto no agronegócio, podendo ser ainda maior na lavoura de grãos, chegando a 93%. Por isso, o avanço tecnológico é um aliado fundamental para reduzir os custos nas lavouras, agregando informações essenciais para a tomada de decisão do produtor rural.



Operações com máquinas agrícolas podem representar até 40% do custo da lavoura. (Fonte: Shutterstock/Reprodução)


Os principais avanços tecnológicos usados para economizar combustível são: gestão de frota, melhoria da potência e a telemetria.


As plataformas digitais de gestão facilitam o trabalho do produtor rural no acompanhamento da frota, permitindo o gerenciamento completo das máquinas agrícolas e auxiliando no cálculo de gastos de cada equipamento. Já a melhoria da eficiência dos motores a combustão - tecnologia intercooler - reduz o nível de poluentes nos motores a diesel e melhora a vida útil da máquina. E por último, mas não menos importante, os sistemas de rastreamento via satélite, que auxiliam na economia de combustível e outros materiais agrícolas, permitindo o acompanhamento de fatores relacionadas à produtividade da lavoura como adubação, pragas e clima.


Fonte: https://summitagro.estadao.com.br/tendencias-e-tecnologia/como-a-tecnologia-ajuda-o-produtor-rural-a-economizar-combustivel/


18 visualizações0 comentário