A transformação digital na comercialização no Agro

Atualizado: Out 27



O projeto HackatAgro realiza na quinta-feira (29), das 17h às 18h30, mais um Webinar. O terceiro evento online do projeto irá abordar o impacto da transformação digital na comercialização de produtos agropecuários. Quatro convidados irão refletir sobre o tema, a fim de propiciar aos espectadores um debate rico e com diferentes visões sobre as mudanças que já aconteceram e estarão no nosso dia a dia em breve. As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas neste link.


Será apresentado o atual cenário da comercialização nas cadeias produtivas gaúchas e as perspectivas diante da constante evolução da tecnologia. Para isso, o evento contará com a participação do especialista em Análise de Mercado e CEO da Cogo Inteligência, Carlos Cogo, que irá avaliar a influência das tecnologias digitais na forma como o produtor comercializa seus produtos. Após todos avanços da mecanização, transgenia, GPS, bio-insumos e outros, temos também novas formas de transacionar o resultado da produção. Para Cogo, as soluções digitais disponibilizadas aos produtores devem ser pouco complexas e, principalmente, atender as reais necessidades deles e de forma personalizada. “As soluções oferecidas, muitas vezes, são isoladas, sem integração de uso pelo agricultor, gerando ainda muitas incertezas sobre os reais benefícios”, explica.

Ao analisar a comercialização após a inovação e a digitalização, ele enfatiza os ganhos para o setor. Plataformas de financiamento, de entregas e armazenagem; de compra e venda de insumos; suporte na contratação de crédito; comparativos de preços de sementes, defensivos e fertilizantes; rastreabilidade e suporte à tomada de decisão de comercialização e avaliação de riscos são alguns dos benefícios colhidos pelo produtor com o avanço da tecnologia voltada para o campo.

No entanto, ele destaca os sérios problemas de conectividade ainda enfrentados e a falta de profissionais capacitados para operar as novas tecnologias. Além disso, os custos de implantação são considerados altos pelos agricultores. Esses e outros obstáculos, segundo Cogo, podem resultar em perdas de tempo e recurso para os agropecuaristas, fazendo com que eles tenham grandes dificuldades para atender às demandas atuais.

“O produtor que não digitalizar todos os processos da propriedade vai ter dificuldades para obter melhores preços em seus produtos. Vai enfrentar obstáculos na compra de insumos mais acessíveis e até de contratação de crédito e obtenção de recursos para financiamentos e investimentos”, complementa ele.

A atividade contará também com a participação de Tadeu Vino, superintendente Comercial da Kepler Weber, que vai abordar a inovação no pós-colheita; do produtor rural José Mathias Bins Martins, atuante nas cadeias do arroz, soja e pecuária; e de Roberto Marcon, diretor de Originação da Bunge, uma das grandes compradoras dos grãos brasileiros. A conversa será moderada pelo líder da Comissão de Inovação da Farsul, Donário Lopes de Almeida. As inscrições para o evento devem ser realizadas no Sympla, neste link.


Redação: Manuelle Motta


426 visualizações
h110-0419.jpg

PATROCÍNIO 

1200px-Husqvarna_logo.svg.png